Qual é a evolução?

Os sintomas principais da PHDA têm um curso diferente ao longo do tempo. A hiperatividade e a impulsividade tendem a diminuir com a idade. A desatenção permanece durante mais tempo e pode até tornar-se mais evidente pelo aumento da exigência da escola e das responsabilidades.

 

Em cada faixa etária predominam desafios diferentes:

 

- Na idade pré-escolar a perturbação do comportamento com hiperatividade é o aspeto que suscita maior preocupação
- A desatenção e a sua repercussão na aprendizagem e no sucesso escolar tornam-se mais evidentes na idade escolar
- Durante a adolescência mantem-se a desatenção, a par da impulsividade e as dificuldades nas relações interpessoais. Existe um risco acrescido de adoção de comportamentos de risco.

 

Estima-se que exista persistência de sintomas de PHDA na idade adulta em 60% das pessoas que tiveram este diagnóstico na infância, com diferentes graus de impacto no dia a dia, eventualmente com necessidade de acompanhamento médico e/ou psicológico.